quarta-feira, 13 de setembro de 2017

SOMENTE VOC


ONDE SÓ É PERMITIDO AMAR
É LÁ QUE EU QUERO ESTAR...
SER DEIXADA DE LADO E ESCORRAÇADA
PREFIRO ESTAR SÓ POIS ME SINTO
AMEAÇADA...
AINDA CONTINUO BEM AFLITA
CHEIA E RODEADA DE SAUDADE
NÃO ESQUEÇO O QUE PRA NÓS SE
APLICA
SÓ FALTA VIR VOCÊ ME POSSUIR
POIS É VERDADE QUE VOCÊ SEMPRE
DE MIM CUIDOU
SEI QUE ME AMAS E QUE VAMOS NOS UNIR
SAIBAS QUE É SOMENTE VOCÊ...A OUTRO EU JAMAIS PERMITI
NUM SABOR INDESCRITIVEL E
AGRADÁVEL
VEJO EM VOCÊ MEU BOMBOM BEM
AMOROSO
VOCÊ É MINHA ÁGUA E O MEU MEL...
MEU CÉU...MEU CÉU!

sábado, 9 de setembro de 2017

ADEUS


ADEUS

Após tantas negativas
Riva Jatene ao comando
Não quero viver de evasivas
Sem amor e só desmando

Cada qual sabe o que deve
também escolhe o que quer
eu que o havia escolhido
estou pronta pra dá no pé

Chega de humilhações
portas fechadas e portões
Fiques com a que escolhestes
esqueças a do ramalhete...

Já não sou mais uma criança
para ser enrolada assim...
não temas nenhuma vingança
e nem tenhas peninha de mim

Suportei mais do que pude
hoje não mais se admite
Não se ter o que se quer

Nunca arrumastes a mala
Não cabia em teus limites
sempre fostes mestre-sala
Só tu podes dar palpites!

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

DA NOITE AO AMANHECER




Quando a noite é de luar
Sinto minha pele se arrepiar
Claridade mágica como uma flauta
Que toca suave para me acordar...

Às vezes nem sei te dizer
Por qual fresta da porta entrou
E assim ficamos até o amanhecer
Trocando carinhos a quem mais ninguém dou

Quando quase se encontram lua e sol
É que chegou na hora errada o amanhecer
Preparo-me para cantar sustenidos e bemóis
Em canções tristes nas quais não deixo ninguém perceber

Contigo eu choro... canto... rio... danço
E grito demais de tanto prazer...
Tentamos nos controlar... porém em vão
A sorte é que lá na serra é o que temos a fazer

Dou-te os mais suaves afagos e carinhos
Recebo em troca um mundo de caricias
Ouço o cantar de mais de mil passarinhos

Abraço as tuas asas para esconder as malícias

sábado, 26 de agosto de 2017

ACONTECEU




Não sei em qual dia ou momento
Percebi-me só sentimentos...
Pelo poeta de virtuais relacionamentos
Cobriu-me com seu manto de palavras unguentas
Aí ele me pegou, nem me deixou respirar
Sapecou-me um beijo só doçuras
Terminando por me soltar...
Fiquei voando sozinha em busca de suas asas
Coração descompassado por ele a gritar
Preciso de você inteiro em mim
E se eu por acaso despencar...
Você jura que vai me buscar?
Quero todo o teu carinho
Aquele que chega e se encosta de mansinho
Que sabe me amar com jeitinho
Desde a noite ao amanhecer cedinho
Entrego-te meu corpo inteirinho
Só espero que jamais de deixes
Aqui chorando baixinho!

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

AMOR DEMAIS

Poeta dos meus sonhos
amor maior de mi vida
acho que morro de dor
não sou mais tua querida

Sou teu bem...sinto o que sentes
Você se diverte aí
cercado de tanta gente
eu só rezando  que chegues por aqui

Acho que jamais terei felicidade
enquanto estiveres aí e eu aqui
é que dói demais a saudade
tem algo que me obstrui

Preciso de uma fada madrinha
pra depressa me ajudar
a trazer meu queridinho
para que possa me amar

Nunca achei ninguém a quem eu amasse
e tivesse por tal criatura a paciência de Jó
se você...meu bem... de fato me quisesse
largaria tudo pra encontrar o teu xodó!



terça-feira, 15 de agosto de 2017

Como eu sonho com uma resposta


Não brinques com o nosso amor
Não ache que ele é só sofrimento
Sou e serei para sempre a tua flor
Ampliemos cada vez mais os sentimentos

Às vezes sou risos ao lê-lo...
Noutras sou um rio de lágrimas
Não consigo aceitar que sou só virtual
Porque assim sei que irei perdê-lo.

Sou forte e frágil ao mesmo tempo
Não é fácil pois é grande o medo de perdê-lo
Em nenhum momento deixei de te querer
E sentir em minhas entranhas a agonia de não tê-lo

Não acredito que não possas me ligar
Passar um e-mail e deixar-me feliz a cantar
Fluir desse riachozinho para o teu mar...
Mergulhar em ti pra poder me achar

Quando vamos nos encontrar?
Quero que me trates diferente
Ligue-me e me afague
Faça logo o que tem em mente...


sábado, 29 de julho de 2017

DEGUSTA-ME POR FAVOR


Apetece-me colar-me ao teu coração
E ter acesso total aos teus sonhos
Sou como o vento...
Envolvo-te no meu pensamento
Na minha boca risonha
Sofro e sinto o teu corpo junto ao meu
Envolvo-me neste sonho...
Nem te apercebes
Como fico doida por ti na madrugada
Quando passeias em mim
Deixas-me de amor tão sufocada
Hum ...
E esta febre que me queima por dentro
faz-me sonhar e descolar da tua boca
Apetece-me
Apetece-me deitar-te a mão
Neste tão vigoroso momento
Acho-te em mim...cá dentro
Tão perto!